Seguidores

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Tema de Redação - UFMT - 2006

Tema de Redação - UFMT - 2006


Proposta de redação

Leia, atentamente, os fragmentos abaixo.

Convivo com o drama da violência doméstica há seis meses, pois tenho uma irmã que sofre agressões do marido. Sim, a frase está no presente. Somos de uma família de classe média, com nível superior e pós-graduação. Uma de minhas irmãs se casou com um homem que conheceu na faculdade. No aniversário de um mês de casada, ela ligou (de madrugada) para meu pai pedindo ajuda – estava sofrendo agressão tão violenta que acreditou que pudesse morrer. Depois soubemos que era a quarta vez. Em menos de três dias, eles reataram, e, surra após surra, perdão após perdão, lá se vão seis meses. Ela aceitou denunciá-lo apenas um mês atrás, quando se mudou novamente para a casa de meus pais.

(Depoimento publicado em VEJA, 22/03/2006.)

A absoluta maioria das agressões foi praticada no interior da residência (83,3%). [...] O marido foi o agressor na grande maioria dos casos (41 casos, 56,9%). Observou-se também a presença de ex-maridos em cinco casos (6,9%), de namorados em três casos (4,2%) e ex-namorado em um caso (1,4%). Este conjunto, que será designado como uma relação conjugal, foi responsável por 69,4% dos agressores (cinqüenta casos). Das oito adolescentes atendidas, cinco foram agredidas por alguém que tinha uma relação conjugal e três foram atingidas por parentes.

(DESLANDES, S. F. Cadernos de Saúde Pública, vol. 16, 2000.)

A maioria das mulheres agredidas não são vítimas passivas, mas usam estratégias ativas para maximizar sua segurança e a de seus filhos. Algumas mulheres resistem, outras fogem e outras ainda tentam manter a paz rendendo-se às exigências de seus maridos. O que um observador pode interpretar como falta de reação a uma vida onde reina a violência pode, na verdade, ser uma estratégia de sobrevivência no casamento e uma forma da mulher proteger-se e proteger seus filhos.

(Disponível em http://boasaude.uol.com.br. Acesso em 25/03/2006.)

A violência contra as mulheres é uma manifestação de relações de poder historicamente desiguais entre homens e mulheres que conduziram à dominação e à discriminação contra as mulheres pelos homens e impedem o pleno avanço das mulheres...

(Declaração sobre a Eliminação da Violência contra as Mulheres, Resolução da Assembléia Geral das Nações Unidas, dezembro de 1993. Disponível em http://copodeleite.rits.org.br/apc - aa -patriciagalvao/home. Acesso em 28/03/2006.)

As Nações Unidas definem violência contra a mulher como: “Qualquer ato de violência baseado na diferença de gênero, que resulte em sofrimentos e danos físicos, sexuais e psicológicos da mulher; inclusive ameaças de tais atos, coerção e privação da liberdade seja na vida pública ou privada”.

(Conselho Social e Econômico, Nações Unidas, 1992. Disponível em www.ipas.org.br/violencia.html. Acesso em 22/03/2006.)


Identifique o assunto abordado nos fragmentos. Analise-o. Produza um artigo jornalístico, posicionando-se com argumentos pertinentes e suficientes.


Leia também:

Temas de redação – Mackenzie – 1º semestre - 2008
Temas de redação da FUVEST de 2009 a 2012
Temas de redação - Unicamp - 2010
Temas de redação – Enem – 2010 – 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário