Seguidores

terça-feira, 17 de maio de 2016

Fatec 2014 – 1º Semestre - Prova de Língua Portuguesa

Fatec – Prova de Língua Portuguesa - 1º Semestre – 2014

Questão 50 - Leia o trecho a seguir adaptado de um importante romance da literatura brasileira.

            Veio para a biblioteca, sentou-se a uma cadeira de balanço, descansando.
            Estava num vasto aposento. Quem examinasse vagarosamente aquela grande coleção de livros havia de espantar-se ao perceber o espírito que presidia a sua reunião.
            Na ficção, havia unicamente autores nacionais ou tidos como tais: o Bento Teixeira, da Prosopopeia; o Gregório de Matos, o Basílio da Gama, o Santa Rita Durão, o José de Alencar (todo), o Macedo, o Gonçalves Dias (todo), além de muitos outros. Podia-se afiançar que nem um dos autores nacionais ou nacionalizados faltava nas estantes do major.
            A razão tinha de ser encontrada numa disposição particular de seu espírito, no forte sentimento que guiava sua vida: era um patriota.

O trecho refere-se à personagem

(A) Leonardo Pataca, ambicioso sargento que vai usar de meios inescrupulosos para chegar à sonhada patente de major. (Memórias de um sargento de milícias – Manuel Antônio de Almeida)
(B) João Romão, português culto e refinado, que se casa com a brasileira Bertoleza, e ambos enriquecem como proprietários de um cortiço no Rio de Janeiro. (O cortiço – Aluísio Azevedo)
(C) Bentinho, advogado pedante, que tem o hábito de receber, em sua rica residência, pessoas da Corte que poderão ajudá-lo a ascender politicamente. (Dom Casmurro – Machado de Assis)
(D) Policarpo, um cidadão honesto e dedicado a exaltar o Brasil, que, no entanto, se vê frequentemente menosprezado pela sociedade. (Triste fim de Policarpo Quaresma – Lima Barreto)
(E) Paulo Honório, homem do campo e proprietário de terras, que tenta esconder sua origem rústica fingindo ser uma pessoa letrada. (São Bernardo – Graciliano Ramos)

Leia o texto para responder às questões de números 51 a 54.

Aptidão

            – Bom dia, Senhor Pacheco. Sente-se, por favor. Temos uma ótima notícia. Como o senhor deve saber, contratamos uma firma de psicomputocratas para fazer testes de aptidão nos dez mil empregados desta firma. Precisamos nos atualizar. Acompanhar os tempos.
            – Sim, senhor.
            – Os dez mil testes foram submetidos a um computador, e os resultados estão aqui. O senhor é o primeiro a ser chamado porque o computador nos forneceu os resultados em rigorosa ordem alfabética.
            – Mas o meu nome começa com P.
            – Hum, sim, deixa ver. Pacheco. Sim, sim. Deve ser por ordem alfabética do primeiro nome, então. Este computador é de última geração. Nunca erra. Como é seu primeiro nome?
            – Xisto.
            – Bom, isso não tem importância. Vamos adiante. Vejo aqui pela sua ficha que o senhor está conosco há vinte e oito anos. Sempre na seção de entorte de fresos. O senhor nunca falhou no serviço, nunca tirou férias e já recebeu várias vezes nosso prêmio de produção.
            – Sim, senhor.
            – O senhor começou na seção de entorte de fresos como faxineiro, depois passou a assistente de entortador, depois entortador, e hoje é o chefe de entorte. Me diga uma coisa, o senhor nunca se sentiu atraído para outra função, além do entorte de fresos? Nunca achou que entortar não era bem sua vocação?
            – Nunca, não senhor.
            – Pois veja só! O computador nos revela que a sua verdadeira vocação não é o entorte de fresos e sim o bistoque de tronas! O senhor é um bistocador de tronas nato, segundo o computador. Não é fantástico? E ainda tem gente que critica a tecnologia. O senhor era um homem deslocado no entorte de fresos e não sabia. Se não fosse o teste, nunca ficaria sabendo. Claro que essa situação vai ser corrigida. O senhor, a partir deste minuto, deixa de entortar.
            – Sim, senhor.
            – Só tem uma coisa, Senhor Pacheco. Nossa firma não trabalha com tronas. Pensando bem, ninguém trabalha com tronas, hoje em dia.
            – Olha, tanto faz. Eu estou perfeitamente satisfeito no entorte e faltam só vinte anos pra me aposentar...
            – Então a firma gasta um dinheirão para descobrir a sua verdadeira vocação e o senhor quer jogá-la fora? Reconheço que o senhor tem sido um chefe de entorte perfeito. Aliás, o computador não descobriu ninguém com aptidão para o entorte. Vai ser um problema substituí-lo. Mas não podemos contestar a tecnologia. O senhor está despedido. Por favor, mande entrar o seguinte e passe bem.

(VERÍSSIMO, Luís Fernando. O nariz e outras crônicas. São Paulo: Ática, 2003. Adaptado)

Questão 51 - Assinale a alternativa em que a afirmação sobre o texto está corretamente associada ao trecho selecionado.

(A) O Senhor Pacheco ascendeu na empresa trabalhando no mesmo departamento:
Os dez mil testes foram submetidos a um computador, e os resultados estão aqui.
(B) O computador organizou os dados alfabéticos de forma rápida e acurada:
Este computador é de última geração. Nunca erra.
(C) O chefe não é pessoa criteriosa, pois considera o computador infalível:
Vai ser um problema substituí-lo. Mas não podemos contestar a tecnologia.
(D) O Senhor Pacheco sempre omitiu o desejo de mudar para outra seção:
O senhor era um homem deslocado no entorte de fresos e não sabia.
(E) O patrão não sabe aferir a dedicação do funcionário à empresa:
Reconheço que o senhor tem sido um chefe de entorte perfeito.

Questão 52 - O leitor pode identificar as personagens porque, entre outros recursos, empregou-se o discurso

(A) direto, já que o narrador, embora interfira no enredo, permite que as personagens expressem-se com liberdade.
(B) direto, pois as personagens interagem exteriorizando suas reações e pontos de vista diante dos acontecimentos.
(C) indireto, pois o relato, feito pelo narrador, remete a eventos iniciados e concluídos, no passado, pelas personagens.
(D) indireto, já que a presença do narrador é essencial à organização da sequência de ações que envolve as personagens.
(E) indireto livre, visto que o chefe e o funcionário, embora hesitantes no início, terminam convictos de que a tecnologia
é incontestável.

Questão 53 - Assinale a alternativa que apresenta a afirmação correta sobre o trecho selecionado do texto.

(A) – Bom dia, Senhor Pacheco. Sente-se, por favor. (1o parágrafo): usa-se o imperativo, pois esse modo verbal é característico da linguagem literária.
(B) – Mas o meu nome começa com P. (4o parágrafo): a conjunção mas expressa ideia de conclusão.
(C) Vejo aqui pela sua ficha que o senhor está conosco há vinte e oito anos. (7o parágrafo): de acordo com a gramática normativa, a forma verbal pode ser substituída por fazem.
(D) Me diga uma coisa, o senhor nunca se sentiu atraído para outra função... (9o parágrafo): a colocação do pronome oblíquo me na oração é considerada marca de linguagem falada.
(E) – Então a firma gasta um dinheirão para descobrir a sua verdadeira vocação e o senhor quer jogá-la fora? (último parágrafo): de acordo com a gramática normativa, a expressão jogá-la pode ser substituída no texto por jogar-lhe.

Questão 54 - Considere o trecho a seguir.

Haviam _______ ao conhecimento do chefe os resultados dos testes de aptidão que os psicomputocratas ______-se a aplicar aos funcionários, visto que _____ à empresa manter-se atualizada. Os testes foram submetidos a um computador, e este forneceu resultados que _____ informações sobre os funcionários.

De acordo com a gramática normativa, o trecho deve ser preenchido, respectivamente, por

(A) chegado ... propuseram ... convém ... contêm.
(B) chegado ... propuseram ... convêm ... contém.
(C) chegado ... proporam ... convêm ... contêm.
(D) chego ... proporam ... convém ... contém.
(E) chego ... propuseram ... convém ... contém.

www.veredasdalingua.blogspot.com.br

Leia também:

QUESTÕES COM QUADRINHOS -10 TESTES COMENTADOS
Diferença entre Mal e Mau
Período Composto por Coordenação
Temas de Redação da Fuvest - 2009 - 2012
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
Verbos terminados em “IAR” – Regra do MARIO
Diferença entre “mas” e “mais”
Regência verbal II
Processos de Formação de Palavras I - Derivação
Orações Subordinadas Adverbiais Reduzidas
Orações Subordinadas Substantivas

Nenhum comentário:

Postar um comentário